A tranquilidade que seu futuro precisa

Sua previdência privada fica na mão de experts, pra você viver livre de preocupações agora e na aposentadoria.

A tranquilidade que seu futuro precisa

Sua previdência privada fica na mão de experts, pra você viver livre de preocupações agora e na aposentadoria.

A previdência privada é pra você?

  • O que é

    A previdência privada é voltada pra quem quer complementar a renda na hora de se aposentar.

  • E também é

    Para quem quer construir uma reserva para realizar seus sonhos no futuro, manter seu padrão de vida ou também contribuir para o futuro de sua família.

  • Os benefícios

    Dependendo do plano e da tributação escolhidos, a previdência privada conta com benefício fiscal no curto e no longo prazo.

  • Como funciona

    Você escolhe um fundo e faz um aporte inicial único ou aportes mensais de menor valor. Lá na frente, o dinheiro volta pra você, junto com os rendimentos.

Calcule seu futuro

Mostramos sua projeção a partir do que você escolher aqui e do quanto quiser investir

01. Escolha a modalidade

PGBL

Ideal pra quem quer investir até 12% do total da sua renda na previdência. Com desconto no Imposto de Renda (IR), o que você investiu na previdência (até 12%), é abatido da base de cálculo.

Economize no Imposto de Renda. Com uma renda anual de R$ 100.000, você economiza até R$ 3.300.

VGBL

Ideal pra quem quer investir mais do que 12% do total da sua renda na previdência. O IR incide apenas sobre seus rendimentos, e só quando você resgata, lá na frente.

Conheça os fundos de previdência do Inter

Quem tem conta no Inter tem soluções completas para todos os momentos. Converse com seu gerente sobre a solução ideal para você.

Perfil moderado

Inter Selection Top Previdência

Perfil agressivo

Inter Selection Arrojado

O gráfico ilustra a composição teórica do fundo, que não deve ser interpretada como um compromisso, nem como reflexo da alocação efetiva.

Mais opções de previdência pra você

Além dos fundos Inter Selection, temos várias outras opções disponíveis pra você escolher e planejar seus próximos passos.

Icatu Vanguarda Absoluto

É um fundo de crédito de volatilidade baixíssima.

Conservador

Icatu Minha Aposentadoria

O fundo tenta replicar o ciclo de um cliente que se torna mais conservador quando se aproxima da data de aposentadoria.

Conservador

Capitânia Mult Prev Icatu

O foco do fundo é alocar recursos de forma diversificada em operações de Renda Fixa Estruturada e Securitização.

Moderado

Icatu Seg Tesouro Juro Real 2024

Sua rentabilidade é composta por uma taxa anual pactuada no momento da compra mais a variação do IPCA.

Moderado

ARX Income Previdência​

O fundo investe em títulos públicos indexados à inflação com vencimento inferior a 5 anos e renda variável.

Arrojado

Icatu Vanguarda Minha Após 2040

O fundo tenta replicar o ciclo de um cliente que se torna mais conservador quando se aproxima da data de aposentadoria.

Arrojado

Conservador

Icatu Vanguarda Absoluto

É um fundo de crédito de volatilidade baixíssima.

Conservador

Icatu Minha Aposentadoria

O fundo tenta replicar o ciclo de um cliente que se torna mais conservador quando se aproxima da data de aposentadoria.

Moderado

Capitânia Mult Prev Icatu

O foco do fundo é alocar recursos de forma diversificada em operações de Renda Fixa Estruturada e Securitização.

Moderado

Icatu Seg Tesouro Juro Real 2024

Sua rentabilidade é composta por uma taxa anual pactuada no momento da compra mais a variação do IPCA.

Arrojado

ARX Income Previdência​

O fundo investe em títulos públicos indexados à inflação com vencimento inferior a 5 anos e renda variável.

Arrojado

Icatu Vanguarda Minha Após 2040

O fundo tenta replicar o ciclo de um cliente que se torna mais conservador quando se aproxima da data de aposentadoria.

No Inter, é fácil e seguro investir no seu futuro

Saiba mais sobre previdência privada

Quer entender as modalidades de previdência, os regimes de tributação, planos e mais?Acesse nosso blog.

Perguntas frequentes

O que são aportes no fundo de previdência?
Aportes são valores depositados no plano, com o intuito de aumentar a reserva e, consequentemente, o valor de renda a ser recebido na aposentadoria.
Sou obrigado a me aposentar quando completar a idade prevista para a aposentadoria?
Não. Se preferir, você pode continuar contribuindo para o plano, aumentando ainda mais a sua reserva para a previdência e, consequentemente, a sua renda. Nesse caso, será necessário alterar a data de aposentadoria, para que a reserva não seja bloqueada e você consiga fazer novos aportes. Há também a opção de receber o benefício antes do previsto em sua proposta. Em ambos os casos, essa escolha é feita diretamente com a seguradora pelos canais de atendimento.
O que é a taxa de administração de um fundo de previdência?
É o percentual cobrado sobre o patrimônio líquido (PL) do fundo de investimento, que recepciona os recursos do PGBL ou VGBL. Ele é previamente definido no regulamento do fundo e destinado à remuneração do administrador responsável pelos serviços de gestão, consultoria e administração dos fundos.
Existe carência para solicitação de resgate da minha previdência?

Após o cumprimento do período de carência da sua previdência, você poderá solicitar o resgate dos recursos acumulados, seja ele parcial ou total. Este período de carência pode ficar entre 60 dias e 24 meses para fundos qualificados, contados a partir da data de início da vigência.

Além disso, os resgates devem ser espaçados dentro do intervalo estabelecido no plano, que deverá ser entre 60 dias e 6 meses para fundos qualificados. No regulamento de cada plano, que você recebe após a contratação, é possível encontrar as informações sobre os prazos de carência.

Por que planejamento sucessório tem a ver com o plano de previdência?
A previdência privada oferece flexibilidade e liquidez na sucessão dos seus recursos. Eles chegam às mãos dos beneficiários que você indicou em até 30 dias, sem precisar passar por inventário. Com isso, você decide quanto e como cada um dos beneficiários receberá o dinheiro e evita gastos com honorários advocatícios e despesas judiciais, como certidões, cartórios, despachantes, e etc.
Por que investir em fundos de previdência e não só em fundos de investimentos?
Diferente dos fundos de investimento comuns, o 'come-cotas', que é o imposto semestral de 15% sobre a rentabilidade, não incide nos fundos de previdência PGBL e VGBL. Nos fundos comuns, além do que deve ser pago no momento do resgate, esse imposto come uma parte do rendimento obtido, a cada seis meses. Na previdência o imposto só é pago no momento do resgate ou recebimento de renda, sem a perda de parte da sua rentabilidade para o come-cotas.
Como funciona a tributação nos planos de previdência em caso de resgate?
  • PGBL: O percentual de IR incidirá sobre o valor total do resgate.  
  • VGBL: O percentual de IR incidirá sobre os rendimentos acumulados (apenas sobre o que foi ganho de capital).  
  • TABELA PROGRESSIVA ou COMPENSÁVEL: É a opção ideal caso o seu objetivo seja investir os seus recursos a curto ou médio prazos. O cálculo do Imposto de Renda segue a mesma regra de alíquotas do Imposto de Renda anual da Receita Federal. Você pode consultar a tabela atualizada em: www.receita.fazenda.gov.br.
  • TABELA REGRESSIVA ou DEFINITIVA: É a opção ideal caso queira investir seus recursos por um longo prazo. Neste regime de tributação, a alíquota de IR é definida de acordo com o tempo de permanência de cada contribuição. Contribuições que permanecem aplicadas por mais tempo são tributadas com alíquotas menores. Essa tabela de tributação é exclusiva para fundos de previdência.
Como funciona a tributação nos planos de previdência em caso de recebimento de renda pelo titular?
  • PGBL: O imposto incide sobre o valor integral dos pagamentos de renda realizados.  
  • VGBL: O imposto incide sobre a parcela dos valores pagos pela seguradora, correspondente ao ganho de capital (em relação ao valor total da reserva quando da concessão da renda).  
  • TABELA PROGRESSIVA: A renda será tributada na fonte de acordo com a tabela de rendimentos tributáveis vigente do Imposto de Renda da Pessoa Física. Haverá ajuste na declaração de ajuste anual do titular do plano.  
  • TABELA REGRESSIVA: 

    EM REGIME ATUARIAL (TODOS OS TIPOS DE RENDA COM EXCEÇÃO DA RENDA POR PRAZO CERTO): a seguradora calculará a alíquota a ser aplicada através do prazo de acumulação apurado a partir do Prazo Médio Ponderado (PMP).

    Por exemplo: Se o participante contribuir de maneira uniforme por 11 anos, o prazo médio ponderado será de 5,5 anos e o participante estará na faixa de tributação de 25%.
    10 anos de contribuição=4,89 anos
    20 anos de contribuição=9,82 anos
    25 anos de contribuição=12,29 anos

    FORA DO REGIME ATUARIAL (RENDA POR PRAZO CERTO): se você optar por receber o seu benefício de aposentadoria na forma de renda mensal por prazo determinado, o prazo de acumulação será apurado pelo método PEPS – Primeiro a Entrar, Primeiro a Sair. Os valores pagos serão considerados como sendo relativos às primeiras contribuições efetuadas durante o período de acumulação.

    Por exemplo: Se a primeira contribuição nesse regime foi registrada em janeiro de 2012, em janeiro de 2014 essa contribuição passou da alíquota 35% para 30%. Da mesma forma, se a primeira contribuição foi em fevereiro de 2012, ela passará de uma tributação de 35% para 30% em fevereiro de 2014, e assim sucessivamente para as demais contribuições.

Quais são os tipos de renda disponíveis?

Existem seis tipos, e em todos o participante receberá uma renda mensal até a data do seu falecimento.

Eles diferem em um ponto, quanto ao que acontece com o valor restante em caso de falecimento do participante:

  1. Na RENDA MENSAL VITALÍCIA, o valor restante não será pago aos beneficiários.
  2. Na RENDA MENSAL VITALÍCIA COM REVERSÃO AO BENEFICIÁRIO INDICADO, o valor restante (ou parte dele) será pago aos beneficiários, até a data de falecimento do beneficiário.
  3. Na RENDA MENSAL VITALÍCIA COM PRAZO MÍNIMO GARANTIDO, o valor restante (ou parte dele) será pago aos beneficiários, até uma data pré-determinada.
  4. Na RENDA MENSAL VITALÍCIA REVERSÍVEL AO CÔNJUGE COM CONTINUIDADE AOS MENORES, o valor restante (ou parte dele) será pago ao cônjuge e em caso de falecimento do cônjuge, será pago aos filhos até que atinjam a maioridade.
  5. Na RENDA MENSAL POR PRAZO CERTO, o pagamento é feito até uma data pré-determinada, independente do falecimento do participante (sendo paga aos beneficiários ou herdeiros legais nesse caso).
  6. Na RENDA MENSAL TEMPORÁRIA, o pagamento é feito até uma data pré-determinada, em caso de falecimento do participante, os pagamentos cessam.